28 de junho de 2011

Fichas prontas para D&D 1ª edição (Caixa Vermelha)

Como mês que vem vai rolar um evento exclusivo para Forgothen Realms (um dos cenários mais "crássicos" de D&D). Vamos fazer uma homenagem especial ao cenário com diversas mesas de todas as edições do D&D (ou quase todas). Eu me ofereci pra Mestrar a primeira edição. Ia usar o D&D da Grow que saiu no Brasil, mas vou acabar usando o livro básico vermelho, da famosa Red Box do D&D (se bem que tanto o D&D Red Box quanto o D&D da Grow compartilham das mesmas regras).

Tenho um carinho especial pela primeira edição, pois foi com ela que comecei a jogar RPG. rever as regras foi nostálgico, muitas boas lembranças (assim como qualquer pessoa teria ao rever o RPG em que começou a jogar, seja lá qual for). Criei umas fichas personalizadas baseadas no meu grupo velho de D&D 1e (por onde será que anda essa galera?).












Depois de rever as regras, pensei: "Graças a deus, mudaram esse troço", hauahuahaau. Tenho que admitir que o sistema, apesar de enxuto em relação as versões atuais, era desnecessariamente deselegante. De qualquer forma vale muito pena experimentar a sensação de estar jogando o jogo onde tudo começou.
-------
Por sinal, me senti motivado a fazer uma "postagem túnel do tempo" mostrando as diferenças de regras entre as edições de D&D. Acho que vai ser bem legal,  tanto pro jogadores das antigas quanto para quem não provou o inicio da coisa toda.

15 comentários:

Leonardo Prunk disse...

Muito legal!
Essas imagens são do Baldur's Gate, não? Haha

Flavio Santos disse...

Big Head guarda um lugar pra min nessa mesa

John Bogéa disse...

Essas imagens são do baldur's e do Neverwinter, mas quem é quem, não sei :)

Infelizmente não dá pra guardar lugares, o lance e chegar cedo e se inscrever na mesa. :)

RafaelKain disse...

Simplesmente fantástico.

Essas fichas são lindas!

Parabens mais uma vez pelo trabalho!

Se não fosse demais, vocês bem que podiam liberar os arquivos "editaveis", abraços!

John Bogéa disse...

Valeu Rafael. Fiz o background no photoshop CS4 e os dados no Corel X5. Posso preparar um arquivo aberto e upar no 4 shared assim que tiver um tempo. :)

Mike Wevanne disse...

Massa demais, bro!

Carlos disse...

pow que foda esse halfling, vou chegar cedo para participar dessa mesa

John Bogéa disse...

Tenho que dar uma revisada nessas fichas, já achei um monte de gafes, :P

Carlos disse...

como funciona a CA? tem uma tabelinha embaixo ne, pra poder acertar tem que tirar numero maiores ou menores do que o indicado? tipo pra acertar esse guerreiro que tem ca 0 só tirando 19 ou 20 pra acertar?

John Bogéa disse...

É assim mesmo carlo, nas primeiras edições do D&D, a CA era: quanto menor o número maior a armadura. Gerava termos confusos como, por exemplo, Bônus de -1 ou Penalidade de +2. Os sinais contrariavam os termos, hehheheh.

As fichas vinham com essa tabelinha no rodapé, os valores eram iguais para todos os personagens (com excessão dos ajustes de corpo-a-corpo e Distância). Só mudavam quando os personagens atingiam níveis mais altos.

Mike Wevanne disse...

O famigerado termo de regra "THAC0" (to hit armor class 0) só veio aparecer no AD&D, Bighead? Porque essa é a mesma mecânica!

John Bogéa disse...

O THAC0 aparece na primeira e segunda edição de AD&D e depois nas edições revisadas de D&D, e nas Enciclopédias de Regras do D&D 1ª Edição.

Pra quem não sabe, o THAC0 apareceu pra facilitar o uso (ou até dispensar) essa tabelinha, pelo menos em teoria. Tipo, tu precisava apenas decorar o THAC0 do teu personagem, depois era só fazer um calculo e saber que número precisava atingir no D20 pra acertar o monstro.

Por exemplo, eu sei que o THAC0 do meu personagem é 19, ai quando for enfrentar um monstro de CA 3, bastava subtrair 19-3=16, 16 é quanto tenho que tirar no d20 para acertar o monstro.
Um outro monstro de CA -1, eu somava ao meu THAC0, 19+1=20, precisaria tirar 20 no d20 pra acertar o cara.

A "deselegância" do THAC0 era que quando a CA do inimigo era positiva o calculo era uma subtração e quando a CA era negativa o cálculo era uma adição. Quando o Mestre dizia que tu tinha um bônus, você tinha que subtrair e quando ele dizia que tu tinha uma penalidade, tu tinha que somar... Uma trollada clássica do D&D das antigas. heheh

No fim das contas o THAC0 e a tabelinha estavam sempre em sincronia. Como eu sempre fui muito ruim em matemática, eu era adepto da tabelinha. Sempre. :)

Carlos disse...

achei tenso foi esses pontos de vida

LucaZ disse...

FALTO UM MONGE >.<

Vinícius Chagas disse...

cara, cê não tem uma versão delas editaveis em pdf não?

Postar um comentário