13 de janeiro de 2010

Entrevista: Campanha X-Men – Mutantes: A Evolução


Salve povo!

Hoje tenho o prazer de trazer a vocês uma entrevista super interessante que fiz com a galera da Campanha X-Men – Mutantes: A Evolução. Eles são um grupo que estão jogando juntos a incríveis 10 anos, completando esse ciclo agora no mês de janeiro. Então procurei eles para perguntar sobre suas experiências durante todo esse tempo.

O grupo entrevistado é composto por:
  • Johnatan Senna, 24 anos, servidor público estadual e estudante de arquitetura na UFPA;
  • Rogério Jesus de Sousa, 28 anos, Técnico Florestal e narrador do grupo;
  • Ava Costa, 27 anos, estudante e professora de inglês da UFPA;
  • Nathália Silva, 29 anos, estudante de História;
  • Paulo Roberto, 23 anos, vendedor;
  • Douglas Vieira de Souza, 25 anos, estudante de Educação Física;
  • Carlos André Martins Pontes, 22 anos, estudante de Nutrição.

Então vamos à entrevista!

RPG Pará: O grupo que joga a Campanha X-Men – Mutantes: A Evolução é um grupo deverás diferente na Região Metropolitana de Belém, pelo cenário escolhido e estar a quase 10 anos jogando. Vocês podem falar um pouco dessas experiência de jogar por 10 anos?

Roger: Bem... acho que como narrador e fundador do grupo posso ter mais aval para falar disso. No começo, no ano de 2000, quando o RPG estava em alta aqui em Belém, grupos famosos como o Belém by Night, o LARP, o Claw que estavam em alta no momento... começar com o título de heróis era assim uma coisa um tanto quanto diferente e que não tinha nenhuma credibilidade. As pessoas queriam jogar de vampiros, lobisomens e magos. Antes de ser narrador, eu joguei em várias mesas de vários títulos, como Lobisomem: O Apocalipse, Mago: A Ascensão, Vampiro: A Mascara, Changeling: O Sonho, Anjos e Demônios. Todos esses títulos para pegar um pouco do que é bom e do que é ruim das mesas de RPG. Para poder montar o projeto de X-Men. Então ao passar esse um ano jogando e adquirindo experiência, chegou um ponto que eu pensei “agora já da para começar com seis jogadores e um narrador... vamos começar tendo um nome, uma crônica e um objetivo”. Então, qual foi a primeira dúvida das pessoas? Nós vamos jogar com os próprios X-Men? Não! Você monta um herói com o poder que você acha mais legal que você já tomou conhecimento, podendo ser de qualquer título. Então, nós montamos a planilha em Storyteller e começamos a nos divertir. Foi assim que começou o jogo, com quatro homens e duas mulheres, sendo que na época era muito difícil encontrar mulheres em uma mesa de RPG, e infelizmente ainda é visto até hoje como um lazer mais masculino (ainda bem que as mulheres já estão tomando seu espaço entre nós).

Roger: Então começamos a jogar... não aqui! Por falta de lugar, no Santuário de Fátima, em uma pequena área atrás da igreja,em uma quinta-feira, um dia bem atípico no meio da semana. Então começamos a jogar e passou um mês, dois, três e devido a uma pequena divulgação as pessoas vinham e nos viam jogar, viam a nossa diversão e pediam vaga para jogar e conhecer não só a gente como o sistema em si e o mundo Marvel. Então começaram haver os pedidos e infelizmente começaram haver filas de espera, por que como narrador sei que não podemos colocar um monte de jogadores, porque jogador gosta de atenção e você tem que dar atenção para ele. Então, começaram a vir vários jogadores e eu tive que pedir a ajuda de um outro narrador para poder comportar mais pessoas. Então passamos para os sábados e depois para o domingos que é o dia que nós temos totalmente livre... alias! De tudo que nós fazemos, temos um dia para podermos nos divertir ou fazer qualquer outra coisa, mas optamos em vir para cá, não só porque somos uma mesa de RPG, mas também porque somos amigos de verdade e a gente não deixa o RPG ser o nosso principal foco. Pode até ser na primeira vista mas realmente fazemos parte da vida uns dos outros diariamente. Então, jogar desde 2000 até hoje é uma experiência emocionante, ao mesmo tempo e gratificante. Como assim? O RPG X-Men foi feito para um único motivo: diversão. Então a gente modifica algumas regras, modifica sistemas em nome da jogabilidade e da diversão do jogador. Eu como narrador, eu tive um grande prazer não somente de narrar um título que eu gosto. Porque eu escolhi X-Men. Porque eu tenho 28 anos e sou fã desde os 8 anos de idade. Então, coleciono X-Men em Gibi, o que me permitiu ter facilidade para criar histórias. Peguei um sistema que é muito bom, bem aceitável para muitos RPGistas para jogar, e uni o útil ao agradável. Eu gosto de conversar com as outras pessoas para elas conhecerem o Universo Marvel de heróis. Nada melhor que o RPG para propagar isso. Então, digamos que foi um escape, porque sou uma pessoa de muita criatividade e o RPG junto com Heróis foi um modo de poder extravasar toda essa erupção de idéias e apresentar para outras pessoas. Então, para mim o prazer desses 10 anos não foi apenas de jogadores, mas também foi de muitas amizades que eu fiz, não somente com esses que estão aqui, mas porque foram mais de 125 jogadores durante esse tempo, e a maioria marcou sua presença aqui e temos contato com quase todos até hoje, e o carinho e muitos risos e muita diversão que ficou
gravado em nossas memorias.

RPG Pará: Douglas, você como o jogador em atividade mais antigo do grupo, o que podes dizer sobre os quase 10 anos de mesa de X-Men?

Douglas: Um pouco antes disso, eu estava jogando AD&D.Então para mim aquele livro era único, até porque eu não conhecia o RPG. Eu comecei jogando no sistema antigo , então vim conhecer através de um amigo a mesa de X-Men e tomar conhecimento de outras pessoas que jogavam RPG também. Que não era um jogo de tabuleiro difícil de encontrar. Eu joguei várias outras coisas como First Quest, Hero Quest, Cyber Punk, Shadow Run, GURPS... uma porrada de outros sistemas, depois que eu cheguei aqui. Então, o que eu posso dizer, além da diversão, é a possibilidade de alterar as regras do jogo que foi o que eu achei mais divertido. Acho que ao todo já criei uns sete projetos diferentes de regras e de criação de personagem também. O meu foco de diversão é esse, a possibilidade de criar e também as coisas que acontecem durante a narrativa.

Ava: Sem contar a experiência como jogador e não narrador, né?

Douglas: É verdade.

RPG Pará: E você Johnatan? Como o mais novo jogador. Conte-nos suas experiências.

Johnatan: Bem... como jogador mais novo, em torno de 4 a 5 anos... enfim! O primeiro contato com o RPG foi através de um primo e o sistema usado era um tanto quanto estranho, que na verdade eu não conheço até hoje, mas a primeira vista eu gostei do RPG, busquei depois informações em bibliotecas sobre como jogar, com quem jogar, a onde jogar, procurei por vários lugares por uma mesa fixa. Alguém que tivesse um compromisso, de ter aquela coisa regular. Tipo, nós vamos nos encontrar um dia por semana e vamos nos divertir. Criar, sair dessa mundo e ir para um outro, criar um novo personagem, tentarem novas coisas, novos problemas, novas diversões... encontrei! Aqui, nesse meio. Essa regularidade, que pude conhecer novas pessoas, extravasar também parte da criatividade... e é isso!

RPG Pará: Carlos André, você também é um dos mais novos integrantes do grupo, como foi pra você entrar?

Carlos André: Eu conheci a mesa de X-Men por acaso quando fiquei sabendo que final de semana o Parque da Residência ficava lotado de jogadores de varias mesas de RPG, e a de X-Men foi a que mais me interessou, além do fato que sempre gostei de revistas em quadrinhos desde criança. O ambiente de jogo me agradou muito. Já participo da mesa a alguns anos e ela me proporcionou momentos de muita diversão com narrativas empolgantes que antes eu só podia ler nas revistas, e que agora estava participando delas. Além disso a dinâmica da narrativa acabou por influenciar diretamente na minha timidez. A partir dai pude me expressar da melhor forma, não só durante o jogo, mais em outras situações do meu dia dia."


RPG Pará: Quanto às jogadoras femininas, o que poderiam falar dessa experiência?

Ava: A gente se conheceu através do jogo de Vampiro: A Máscara onde começamos a ter uma amizade. Foi um namoro de um ano vindo ao parque e vê-los jogarem X-men, conhecer a galera toda, conhecer o sistema, mas sabia pouco de X-Men, tanto que quando no meu primeiro dia de jogo fui super bem recebida por todo mundo e era uma mesa excessivamente masculina. Fiquei meio acanhada, mas todos me deixaram a vontade. Eu falei para o narrador, no caso o Roger que era meu amigo, “Roger, tem que ter um Xavier nesse meio” e ele me respondeu “não te preocupa que aqui tu vais aprender”. Então eu aprendi! Aprendi sobre o X-men, aprendi sobre o sistema, que para mim é um dos mais dinâmicos. Eu já joguei Mago, joguei Changeling, joguei Vampiro, mas nenhum com tanto dinamismo quanto o RPG X-Men: A Evolução. E eu fiz grandes amigos aqui. Pessoas que eu adoro e vou levar para a minha vida inteira. Amigos de verdade que mesmo que a gente passe um tempo sem se ver, quando a gente se reencontra a amizade é a mesma. As vezes até mais forte. Eu venho pra cá para me divertir. Para mim, não só para jogar RPG. É para encontrar meus melhores amigos que estão aqui na mesa de X-Men.

Natália: O RPG X-Men pra mim significa muita coisa. Alegria, amizade, cultura... me ajudou a me tornar uma pessoa muito mais comunicativa, mais sociável... a ter segurança sobre mim, como pessoa. Meus domingos ficaram mais felizez e com muito mais sentindo. Amo tudo e todos que conquistei nesse jogo que pra mim é muito mais que isso. É uma marca linda de vida que levarei pra semprem e me orgulho demais de fazer parte desses noves anos de mesa.

RPG Pará: Por que o sistema Storyteller foi a melhor opação?

Roger: O meu primeiro contato com o RPG foi com o AD&D. Acho que para a maioria das pessoas é um sistema totalmente diferenciado. Considerado o antigo AD&D. Aquele tradicional mesmo. Depois eu passei para o Storyteller,3D&T e GURPS . Então percebi através de muitas observações que o mais aceito por todos sem muita complexidade foi o Storyteller. Era bem absorvido pelas pessoas. Você passava uma semana explicando atributos, habilidades, outras características e os jogadores aprendiam com rapidez. Então, esse foi o motivo de escolher o
Storyteller, apesar que heróis como o X-Men deveriam ser jogados com o sistema de GURPS no qual já existe um suplemento lançado, acho que em 2001 ou 2002, que eu já tive em minhas mãos. Só que é um pouco mais elaborado e cheio de “muitas” regras, levando as pessoa a terem uma atenção um pouco maior. Por isso que o Storyteller foi e é o nosso sistema principal até hoje.

Ava: Também tem a regra de ouro do narrador que o Roger usa muito bem, e é
muito bem aceito por nós.

Roger: Para exemplificar, como o jogador Douglas falou, o que ele achou mais interessante é a flexibilidade das regras em si, é que eu mudei muito o sistema. Digamos, de ações. Geralmente no Storyteller básico você faz uma iniciativa entre todos e então você começa a perguntar as respectivas ações. Só que após a declaração de sua ação, a pessoa tem que fazer aquilo, a não ser que faça um teste para poder mudá-la para outra ação. Aqui não! A ação é jogada e criada no mesmo momento. Digamos, eu pergunto ao jogador sobre a ação que ele irá realizar. Ele faz e em seguida, se for um personagem de jogador ou NPC monta a ação na junto com ele, porque assim é a regra, cada ação gera uma reação igual ou contrária. Então, como eu posso tentar me esquivar se a pessoa ou o alvo em questão não tentou me bater. Acho que é uma coisa complicada. Então eu tirei essa parte técnica do Storyteller e faço a montagem das ações uma a uma, cena por cena. E sempre saiu durante esses 10 anos uma boa jogabilidade, não tendo reclamações dos jogadores. Eles sabem que na ação que eles fazem teve uma reação, ai ele fica pensando o que ele vai fazer no próximo turno. Então fica esse patamar bom de jogo.

RPG Pará: Para finalizar, considerando os 10 anos de narração e jogabilidade.
Por que parar?

Roger: Quero informar a todos que o projeto de RPG – X-men está terminando em seus 10 anos de duração, não porque não queiramos mais jogar e sim por existir a necessidade de nos separarmos para se ter vôos mais altos em nossas vidas pessoais e profissionais. Nesses anos em que passei narrando para esses jogadores incríveis, pude aprender mais um pouco do ser humano que existe em todos nós e saber a lhe dar com as pessoas de diferentes maneiras, a visão pessoal de cada um ajudou a fazer do jogo de RPG uma experiência ÚNICA que concerteza marcou a todos pra sempre. Afirmo mais uma vez que não somos um simples grupo de RPG e sim uma enorme e feliz Família que fizeram esses 10 anos valerem a pena com muitas narrativas, divertimentos, alegrias, tristezas e amizades inesquecíveis. Por tudo isso, eu só tenho a agradecer o apoio de todos nesse jogo de X-me tão especial para mim, e um enorme obrigado, porque estou feliz em poder compartilhar a força, a amizade e a esperança que recebi desde o dia em que conheci cada um dos meus jogadores.


---------------------------------------------------------

O RPG Pará gostaria de parabenizar o grupo da Campanha X-Men – Mutantes: A Evolução pelos seus 10 anos de aventura e que vocês sirvam de inspiração aos vários RPGistas do estado do Pará.

Aproveitando a entrevista, gostaria de comunicar à todos que estamos iniciando um novo quadro no blog denominado "O que vocês estão jogando?". O objetivo é fazer uma rápida entrevista com os grupos que estão em atividade no Estado do Pará, tentando mostrar quais jogos estão sendo jogados e quais as preferências dos jogadores.

Para participar, basta enviar para o e-mail r4gabash@gmail.com uma foto do grupo e enviar as respostas para 5 perguntas, as quais estão descritas abaixo.


O Que Vocês Estão Jogando?

1) Quem é o mestre e quem são os jogadores? Quais suas idades?

2) Onde vocês estão jogando? (uma breve descrição do local onde ocorre a aventura e sua freqüência)

3) Qual jogo vocês estão jogando?

4) Quais são os personagens dos jogadores? (descreva em poucas palavras cada personagem, incluindo classificações, conceitos e títulos agregados, se os tiver)

5) Onde se passa a aventura? (descreva em poucas palavras a missão da aventura e a região do jogo onde ela ocorre)

34 comentários:

Roger disse...

Nossa......a entrevista esta super 10...abordando o Rpg de cada um dos jogadores e mestre...adorei mesmo esta simples,objeitva e explicativa....como narrador quero agradecer ao pessoal do Blog RPG pará por esse presentao nos 10 anos de comemoração de meu Projeto X =]

Jonnathan disse...

Retificando:
É Jonnathan Sena!
Snif,snif... Ai que saudade vou sentir das tardes de Domingo com essa galera.
Que artigo maravilhoso. Esses são grandes momentos de nossa história como jogadores e como "X-men".
Um forte abraço e muito a agradecer ao Blog RPG Pará por nos ter reservado este espaço.

nerd disse...

Interessante! Parece que são amigos mesmo.
Senão não teriam resistido por tanto tempo jogando.
Acho até que vou montar um projeto pra mim também.
Parabéns X-men por esses 10 anos!

Frost disse...

Andhras Kumar Pradesh (Frost)
-Meus Parabéns aos jogadores por esse feito glorioso.
Ter força de vontade para estarem juntos todos esses anos não deve ter sido uma tarefa fácil.
Este ciclo com certeza deve ter sido pontuado por bons e maus momentos. Mas no fim estiveram sempre todos juntos como uma grande família.
"Nunca desistam dos seus sonhos simplesmente porque alguém os julgou impossíveis. Nessa hora, lembrem-se que somos X-men, e que nada é impossível para nós"

Fabricio Caxias disse...

deverás - devéras?
até porque eu não conhecia o RPG --> Ai a pergunta, jogando DD da Grow? jogando AD&D da Abril? Apesar de que, jogar um desses dois titulos é conhecer o RPG...

Roger disse...

Agradeço é muito e fico lisonjeado pelos lindos comentarios feitos em relação a entrevista.....como ja disse antes Amo o Rpg e suas enormes Possibilidades....=]

Cavaleiro Gótico disse...

Conheci o RPG através de amigos,quando quis jogar D&D pela primeira vez os jogadores e o narrador (Rogerio) disseram que não eu poderia jogar porque eu tinha sérios problemas de gagueira o que atrapalharia muito o jogo, também por que não sabia nada sobre D&D, motivos justos os dois. Mas hoje jogo D&D,não sou mais tão gago, o Rogerio é um ótimo amigo e excelente narrador o melhor que já conheci até hoje e essa entrevista com ele é muito merecida!
Meus parabéns meu amigo você merece.

Robson disse...

show parabens roger e o resto da galera tomara q a nossa de D&D dure assim tb!!!!!

Eleanor disse...

Somos mesmo demais!estamos lá a todos esses anos e a verdade é que queremos ficar por mais dez anos
hahahaha...agente se ama! Sem contar tudo que aprendemos juntos:valor da amizade,do trabalho em equipe de tudo...Lição de vida mesmo!
Passem lá;nos vejam,e nos adimirem hahahaha
Tá adimito eu sou muito abussada!kkkk...Mas com um grupo bom desses não é pra ser??!!

Natália disse...

obrigada a todos que nos parabenizam,mas a verdade é que meus domingos tem mais sentido depois que comecei a jogar X-Men aprendi muito sobre esses herois e sobre rpg e falo com franqueza:NENHUM OUTRO RPG É TÃO BOM QUNDO O NOSSO!!
amo vcs,minha X-Galera!!

Haylly disse...

Tem razão companheiro frost.Nenhum sonho para nós é impossivel,porque temos o dom de transformar sonhos em realidades,porque estamos aqui pra defender os sonhos de todos sem desigualdade...
E por isso que sempre estamos juntos,dez anos lutanto pelo sonhos,sejam eles,nossos ou não1

AVANTE X-MEN !

Douglas disse...

Dez anos e um ciclo bem grande... Vamos esperar que através dessa nossa experiência possamos fazer com que outras pessoas conheçam o RPG e façam também bons amigos através dele... Criando outras e também novas possibilidades de diversão e aquisição de conhecimento... Que outras pessoas posam vir a conhecer e a jogar o RPG de bom gosto como foi o nosso por tanto tempo... A entrevista ficou fantástica...

carlos disse...

pow 10 anos de rpg não é pra qualquer um não, pena eu naum ter feito parte da mesa desde que ela começou, mais fico muito feliz por ter participado desse projeto por alguns anos,anos de muita diversão, vai ser dificil achar outra coisa pra se fazer nos dias de domingo,abraço

andré disse...

CARACA...10 ANOS... MAIS DOQ MUITOS CASAMENTOS !!!


JAH CONHECIA ESSA MESA ... MAS 10 ANOS !!!


ACHO Q É UMA PENA PARA TODOS OS RPGISTAS DO MUNDO VER ELA TERMINANDO !!!


AGORA EM DIANTE... SOMENTE OUVIREI AS HISTORIAS CABULOSAS QUE ACONTECERAM NESSA REUNIÃO DE RPGISTAS... AMIGOS... IRMÃOS... E... HERÓIS !!!




(palmas)

Gilson disse...

Bacana!

E legal sobre o uso da 'regra de ouro', já ouvi a surtação de dizerem que "sistema bom não tem regra de ouro". Uma pena que não exista sistema 100% bom, a não ser que a pessoa jogue sozinha, que pode ser o caso.

Gilson

pedro disse...

Pedro Neto (Benevides)
Os laços de amizade q c formaram dentro desse grupo de amigos sao uma coisa q todos vao levar pra resto da vida e um dia vao falar pro seus filhos e netos q fizerao amigos insubistituiveis dentro de um grupo q era pra ser de jogo basicamente.
Q muitos grupos de RPG possam aprender e entender oq foi passado na reportagem acima.
obs:Morram de inveja,o |Roger narra em benevides agora,hauahauahauahauah.
Valew galera,abraços.

Diegolemmos disse...

Diego (Big Black)

Frutos plantados, Frutos Colhidos! parabéns Roger

jennifer gótich... disse...

Sobre a entrevista o meu comentário é o seguinte:TA MUITOOOOOO SHOW...

Sobre o narrador:O cara é simplesmente um gênio tenho orgulho de ser amiga dele...

Valeu ROGER!
Sucesso pra vc e sua galera X-men...

Adam disse...

Só passando para parabenizar este maravilhoso grupo de pessoas que descobriu o real sentido de diversão, amizade e "companheirismo"!

Palmas para todos por essa grande vitória!

jIyUn-kUn disse...

bom...vou começar pela entrevista que eu axei superinteressante,foi bem prazeroso sentar na cadeira e ficar 15 minutos lendo essa entrevista...mas putz...10 anos é mta coisa ._.'...hj em dia vc não ve mais mesas de RPG duradouras...digamos que essa foi a mais duradoura de belém,eu axo '-'..os integrantes realmente entendem o significado de amizade...pq olhar 10 anos um pra cara do outro toda semana >DD...bom...qto ao grupo agora,todos estão de parabéns pela entrevista...e ao Roger por conseguir fazer narrações por 10 anos...algum dia vou conseguir narrar assim XD...abraços,pessoal =D

selena disse...

bem eu não conheço todoa,mas conheço a natália e ela sempre fala com o maior orgulho dessa mesa de x-men...sendo assim eu só tenho a parabenizar vcs por todos esse tempo e por serem (tendo em vista a nate)um grupo legal e muito bacana!
show galera,ou como a nate fala,X-Galera! ^^

Nicholas disse...

WoW que entrevista gigante uhuauhuauhuauhua a Selena até postou na minha frente XD. Bem como a Sel falou eu também não conheço todos,mas conheço a Natália e pode crer ela ama essa grupo dela aí,fala tanto que dá vontade até de jogar com vcs XD errrr...tem vaga,ou melhor,tem tempo ainda uhuauhuauhuauhuauhua...OWs X-galera parabéns ai por toodo esse tempo e é pena que acabe :`(
mas eh isso aí tudo que eh bom dura pouco :)

Falo de JOINVILLE-SANTA CATARINA e parabenizo a mesa de X-Men mutantes a Evoluçao de BELÉM-PARÁ pelos anos e competencia...

OBS:Aqui nem tem mesa que preste
falow"

**Goddess of Fire** disse...

A entrevista ficou ótima. Parabéns para o narrador pela iniciativa e paciência ao longo desses 10 anos. Pena que não estarei presente para participar da comemoração, mas o que vale são as amizades que fiz durante o período em que passei aí... Abraços a todos e todas que contribuíram para que este projeto tivesse sucesso! Saudades...

Thalles Agusto Torres Carvalho. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
bruno disse...

Bruno Felippe
Bem, achei muito bacana a entrevista pois retrata a face de todos não so apenas a do narrador, muito dinamica e simples mas abordando varios momemtos diferenciados destes 10 anos.
PARABENS

Carlos roby disse...

Pelo que vejo pela entrevista, essa mesa parece ser além de imprecionantemente longa, também muito prazerosa e significativa a todos que participam.
Parabens aos que tiveram significativa influencia para torna-la assim. E que continue assim, bons jogos! Divirtam-se!

Atilla disse...

Pensa num jogo bom...
Se eu pudesse voltar no tempo, viveria cada segundo jogando de novo.
Parabéns.

colossaum disse...

eleanor não é o fake da natalia?

muito bom! joguei nessa mesa uns 2, 3 ou 4 anos, não me recordo exato, parei por motivos q eu nem sei quais (acho q foi faculdade, ou preguiça).
durante o periodo q eu joguei x-men, mudei bastante minha concepção de jogo, passei de criar "character" pra criar "personagem", em curtas palavras entendi q o principal não é a folha de papel e a quantidade de riscos q tem nela, e sim oq dá vida a ele.

devo ter feito uns 3 ou 4 personagens, não certo sobre quantidade

infelismente abandonei o rpg de mesa e hoje em dia to só no eletronico, mais especificamente no mmorpg

Glauber Maia disse...

RPG em si é contagiante, mas jogar um tema legal e com amigos que ficam para vida toda, não tem preço!!
Sempre Fui Fã de Wolverine, mas nenhuma aventura dele foi igual ou melhor que as aventuras da equipe que jogava a mais ou menos 6 ou 7 anos atras la no parque da residencia.

parabens ROger pela força de ter seguido por estes 10 anos e que espero que dure mais 10 anos.

David disse...

muito legal a matéria e muito impressionante o tempo de vida da mesa... parabens a todos!

tenho certeza que vou ouvir ainda muitas coisas a respeito dessa mesa em historias do meu amigo Douglas

Jorge Rufino disse...

Muito bacana a matéria!!!
Quisera eu ter participado de uma mesa tão longa assim. Muita pena vcs acabarem com esta mesa!!!
Nunca ouvi falar de uma mesa que tivesse durado tanto tempo assim!!!
Parabéns!!!!

Dayvison disse...

Bom, em primeiro lugar quero dar os parabéns para meu amigo Roger por esse projeto tão bom que foi o X-Men: A evolução, pois levar uma mesa por 10 anos não é pra qualquer um não, eu jogo RPG a 15 anos (muitos desses anos foi junto com meu amigo Roger) e nunca vi uma mesa durar tanto assim.
Em segundo lugar quero dar parabéns para esse blog, pelo incentivoe divulgação do RPG, estavamos precisando de algo assim.

Pra o Roger: -Parabéns pelo excelente trabalho como RPGista e acima de tudo amigo que você é, concerteza se não fosse seu carisma essa mesa não teria durado tanto assim, quero logo logo voltar a jogar com você, pois sempre fui um dos melhores jogadores de suas mesas em Benevides....rsrsrrs. Abraços meu amigo e irmão de coração.

Para a X-Galera: -Parabéns por serem bons jogadores e deixado aflorar o laço de irmandade que só nascem em poucos grupos de RPG, e obrigado por dar essa força ao meu amigo Roger, pois ele criou o projeto, mais é graças a vocês que ele durou todo esse tempo. Abraços a todos.

PARABÉNS X-MEN POR ESSES 10 ANOS!

Ass: Dayvison Spinelli

Michael Wevanne disse...

pelo jeito nem os sentinelas param essa galerinha ae... hehe.

Lady Zombie disse...

Nossa mesa arrasa, por isso dura tanto tempo. Os jogadores são pessoas legais e o narrador é muito bom.
Amoooooo X-men e gosto mais ainda de jogar.
Parabéns para nós jogadores, parabéns narrador e parabéns mesa.

Postar um comentário