11 de outubro de 2009

Delta Green – Horror e mistério fizeram deste livro um dos melhores títulos de RPG de todos os tempos.

Delta Green é um jogo criado pela Pagan Publishing e ganhador do prêmio Origins Awards (Best Role-Playing Supplement, 1997). Ele é um RPG de horror ambientado dentro do mundo de Call of Cthulhu. Neste livro os personagens vão cair dentro de um turbilhão de mistérios indecifráveis e conspirações bizarras. Mas do que um jogo de investigação, Delta Green trata do medo e da insanidade presentes em cada pessoa e em como cada personagem consegue controlar ou conviver com isso.

Mas o que diabos significa Delta Green? Esse é o grande lance do jogo, e apesar de parecer clichê, funcionou muito bem nesse universo. Delta Green é um grupo de agentes do governo (FBI, CIA, ASN, funcionários públicos e etc.) que formaram uma força tarefa de investigação a casos aparentemente sobrenaturais, alienígenas, crimes sem soluções, sociedades secretas e desaparecimentos misteriosos. Um prato cheio para jogadores fanáticos por Arquivo X e similares. A história se passa nos anos 90, e é recheada de teorias da conspiração, cultos secretos, relatos da pessoas abduzidas por OVNI’s, infecções zumbis e tudo que há de mais soturno no mundo de H.P. Lovercraft.

O impacto desse jogo foi tão colossal que, entre os especialistas, já é considerado “o melhor jogo de RPG de todos os tempos”. A muito tempo ele assume o primeiro lugar no TOP 10 dos “rpg’s mais queridos” segundo site RPGnet. É quase impossível não gostar desse livro depois de ler seus primeiros capítulos. Na verdade das suas 300 e poucas páginas apenas metade realmente tratam do sistema e ambientação, o restante é uma série de relatos, tabelas e documentos federais antigos digitalizados, que segundo o livro, são totalmente reais, tratam de relatórios sobre casos inexplicáveis que foram arquivados.

É muito claro pra quem lê que o livro perceber que ele foi feito com muito carinho e cuidado por seus game designers, é bem escrito, bem diagramado (seguindo uma lógica retro-moderna), as ilustrações seguem perfeitamente o clima do cenário, enfim, só posso concordar com a maioria dos críticos, o jogo é realmente “Muito Fodão”.




3 comentários:

Seth disse...

Bom Sr. John "Bighead"...

Nem me venha com uma cara apática, acho que vai ter que narrar Delta Green nas reuniões do staff do RPG Pará hehehehehehe.

adrenalinarpg disse...

Muito bom, por coincidência estava procurando maiores informações sobre Delta Green na última semana.

Ótimo artigo!

Michael Wevanne disse...

eu NUNCA vi nada de call of cthulhu que nao fosse interessante... hehe.

tenho grande curiosidade de conhecer o cthulhutech.

Postar um comentário